Arquivos | outubro, 2010

O que vale a pena ser admirado

29 out

Nos tornamos naquilo que admiramos

28 out

**charge: @Andredebs

“Nós nos tornamos aquilo que amamos”, já dizia A.W.Tozer em uma de suas ministrações. Essa frase retrata uma realidade espiritual que a bíblia descreve em alguns fatos narrados e em princípios deixados por Jesus. E a cada dia que passa a reconheço em minha vida e na de muitas pessoas que conheci e com as quais convivo.

O fato é que estamos em constante transformação. Somos o conjunto de decisões que tomamos ontem e somos levados a viver de acordo com as influências que escolhemos para nós. Temos a grande tendência de ter afeição por alguém ou alguma coisa. Existe dentro de nós um anseio por venerar, admirar, adorar algo e esse anseio foi plantado pelo próprio Deus. O grande problema está quando administramos isso de maneira equivocada e ignoramos o alerta que a Bíblia nos faz de que nos tornamos semelhantes àquilo que adoramos (Sl. 115:8; 135:18).

Nos inclinamos a admirar, seguir, ou até mesmo idolatrar o que nos é conveniente. Confiamos no dinheiro, nos apegamos a pessoas e veneramos posições sociais. Somos influenciados o tempo todo por aquilo que nos chama a atenção, seguimos tendências musicais, artistas com quem nos identificamos e estilos que cremos ter mais a ver com o nosso gosto. E no fim de tudo, nos vestimos, nos comportamos e somos guiados por algo mais forte que dita nosso ritmo

Já fui escravo de sentimentos por pessoas, já fui fiel admirador de personalidades e me comportava de maneira muito parecida com aquilo que acreditava ser a mensagem delas. Já fui cativo por acreditar que uma carreira que admirava seria o que eu precisava para viver bem. O fato diante do qual temos que nos render é: em nossa vida estamos caminhando e sofrendo alterações. Ou para melhor ou para pior. Ou crescemos ou definhamos. Ou alcançamos ou perdemos.

Aprendemos assim que adorar é admirar, contemplar. O que precisamos é contemplar o que é certo, o que existe para ser contemplado. Jesus, a exata expressão de Deus, é autor e consumador da nossa fé e devemos olhar firmemente para Ele. (Hb 12:1) Admirar seu poder, sua obra, suas atitudes, deve ser o foco da nossa vida. Toda vez que nos esquecemos ou perdemos isso de vista, nos tornamos vazios, pois deixamos de fazer o que fomos feitos para fazer. Somos transformados para alcançar a maturidade que tanto precisamos, quando adoramos a Deus, ou seja, quando contemplamos seu Filho e suas obras.

**Alguns podem não entender bem os significados das figuras do leão e do cordeiro que estão na charge, mas elas destacam as maneiras como Jesus é apresentado nas escrituras. Tanto como o Leão da tribo de Judá, como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. O cordeiro expressa a mansidão característica de Jesus “e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração.“Mt(11:29) e o Leão expressa a coragem, a ousadia, o homem de verdade que Jesus é. “Quando, pois, Jesus lhes disse: Sou eu, recuaram e caíram por terra.“(João 18:6) E a forma como enxergamos Jesus define o quanto e como podemos imitá-lo.

@IderaldoCassis

Memorize, desfrute e viva!

27 out

Memorize!

“somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” 2 Coríntios 3:18

Desfrute e viva!

 

Conforme a sua imagem (Leandro Santos)

 

Eu quero Senhor,

compartilhar do Teu amor

e dos Teus planos

 

quero perder, renunciar

a minha vida

e viver só para Ti

 

Eu quero ser transformado

de glória em glória

pra  Teu louvor

 

E a cada dia manifestar Teu grande amor

que eu diminua

e que tu cresças

na minha vida

vem me moldar

 

A imagem de Cristo

é o que eu preciso

cada vez mais

 

Contemplar para ser transformado

26 out

Para crescer devemos ter o alvo de sermos transformados. Só somos transformados quando olhamos para quem devemos admirar e imitar.

“O cooperador”

25 out

Excepcionalmente, nesta semana faremos um fechamento completo da verdade “Somos cooperadores de Deus” com mais um vídeo. Conheça o cooperador e seja um você também!

Cooperadores ou consumidores?

22 out

Quando decidimos nos tornar cristãos somos chamados a ser cooperadores de Deus e não meros consumidores. Além disso, aprendemos ser nossa a responsabilidade de sermos diligentes nesse chamado.

 

 

Aqui estou. Envia-me.

20 out

charge: @Andredebs

Antes de entender que somos cooperadores de Deus precisamos compreender um fato que faz toda diferença na vida cristã. A maneira como ouvimos a pregação do evangelho e a forma como alcançamos a revelação da pessoa de Jesus determinam como nos relacionamos com Ele. Através de uma simples pergunta podemos avaliar esta questão em nossas vidas.

Te convido a refletir na seguinte questão:“Com que finalidade (PARA QUE) Jesus morreu e tornou a viver?”A resposta para esta pergunta é encontrada na carta aos Romanos 14:9“Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos.”À luz do texto fica claro que Jesus morreu e ressuscitou para ser SENHOR tanto de mortos como de vivos.

A revelação desta verdade é fundamental para cooperarmos com Deus. Ver Jesus apenas como salvador das nossas vidas pode facilmente nos levar a cometer o erro de submeter-lhe apenas parte de nossas vidas, de maneira conveniente e até mesmo interesseira. Afinal de contas, Ele nos ama tanto que irá nos salvar de todo mal que estiver em nosso caminho. Já demonstrou isto morrendo em nosso lugar… Pensar assim é cometer um grande equívoco.

Não quero anular a verdade: Jesus é nosso único e suficiente Salvador. Porém, devo esclarecer que antes de nos salvar Ele é SENHOR, DONO das nossas vidas. Na verdade Ele não pode salvar quem não pertence a Ele. Pertencer a Ele significa desistir de viver para si e viver para Glória Dele. Alcançamos a salvação por conseqüência. Ser salvo é resultado de uma vida rendida ao senhorio de Cristo. Embora a Bíblia esteja repleta de exemplos e citações a respeito deste tema, muitos crentes em Jesus (e quem sabe muitos de nós que lemos este texto) têm uma compreensão errada do assunto. Fato é que ninguém coopera com Deus de maneira consciente e constante sem compreender que sua vida não mais lhe pertence, e que sua honra é gastar-se e deixar ser gasto pela vontade Daquele que é tudo em todos.

Tendo em vista estas coisas, quantos desejam fazer de todo o coração a declaração de Isaías quando viu a maravilhosa Glória do SENHOR? “Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” (Isaías 6:8)

 

@Sandroamd7

Memorize, desfrute e viva!

19 out

Memorize!

” Pois nós somos cooperadores de Deus; vocês são lavoura de Deus e edifício de Deus.” 1Co 3:9

Desfrute e viva!

Eis-me aqui (Asaph Borba)

Tanta coisa tenho feito para o meu próprio prazer

Tenho andado a procura do meu próprio bem-viver,
Enquanto existe tanta gente ansiosa por aí,
Não te conhecendo assim, como eu conheço a Ti.

O chamado que um dia, Tu fizeste a mim,
E ao qual sem hesitar eu disse sim,
Ressoou em meus ouvidos como na primeira vez
E a Ti Jesus eu novamente digo sim!
Eis me aqui eu livre estou ao Teu dispor

Para onde Tu quiseres me enviar,
Me coloco submisso a Ti Senhor

Para o teu querer em mim realizar.

@conexaoeclesia

Chamados para ser cooperadores

18 out

Todo cristão deve saber que tem a honra e a responsabilidade de ser um cooperador de Deus.

Quando dependemos de Deus

15 out

O crescimento não surge de nós mesmos, não é fruto de esforço ou ansiedades. O nosso crescimento acontece quando dependemos de Deus. Nesse vídeo, Cristiano Brum fala sobre como depender de Deus e  experimentar o crescimento que vem Dele.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.016 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: