Arquivos | 3:49 AM

Aqui estou. Envia-me.

20 out

charge: @Andredebs

Antes de entender que somos cooperadores de Deus precisamos compreender um fato que faz toda diferença na vida cristã. A maneira como ouvimos a pregação do evangelho e a forma como alcançamos a revelação da pessoa de Jesus determinam como nos relacionamos com Ele. Através de uma simples pergunta podemos avaliar esta questão em nossas vidas.

Te convido a refletir na seguinte questão:“Com que finalidade (PARA QUE) Jesus morreu e tornou a viver?”A resposta para esta pergunta é encontrada na carta aos Romanos 14:9“Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos.”À luz do texto fica claro que Jesus morreu e ressuscitou para ser SENHOR tanto de mortos como de vivos.

A revelação desta verdade é fundamental para cooperarmos com Deus. Ver Jesus apenas como salvador das nossas vidas pode facilmente nos levar a cometer o erro de submeter-lhe apenas parte de nossas vidas, de maneira conveniente e até mesmo interesseira. Afinal de contas, Ele nos ama tanto que irá nos salvar de todo mal que estiver em nosso caminho. Já demonstrou isto morrendo em nosso lugar… Pensar assim é cometer um grande equívoco.

Não quero anular a verdade: Jesus é nosso único e suficiente Salvador. Porém, devo esclarecer que antes de nos salvar Ele é SENHOR, DONO das nossas vidas. Na verdade Ele não pode salvar quem não pertence a Ele. Pertencer a Ele significa desistir de viver para si e viver para Glória Dele. Alcançamos a salvação por conseqüência. Ser salvo é resultado de uma vida rendida ao senhorio de Cristo. Embora a Bíblia esteja repleta de exemplos e citações a respeito deste tema, muitos crentes em Jesus (e quem sabe muitos de nós que lemos este texto) têm uma compreensão errada do assunto. Fato é que ninguém coopera com Deus de maneira consciente e constante sem compreender que sua vida não mais lhe pertence, e que sua honra é gastar-se e deixar ser gasto pela vontade Daquele que é tudo em todos.

Tendo em vista estas coisas, quantos desejam fazer de todo o coração a declaração de Isaías quando viu a maravilhosa Glória do SENHOR? “Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” (Isaías 6:8)

 

@Sandroamd7

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.303 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: