Arquivos | maio, 2011

O Espelho da alma

30 mai


“Você se vê melhor quando se olha na Bíblia do que quando se olha no espelho”.

Quando vamos até a Palavra de Deus, em reverência e oração, ela se torna para nós como uma espécie de espelho. Por que? Porque ao olharmos para ela, encontramos o ideal do que devemos ser. Se o fizermos com atenção vemos em todas as páginas, versículos, livros, o padrão de Deus para nós, ou seja, vemos o caráter de Jesus, nosso maior exemplo. Quando nos deparamos com esse padrão, é impossível não nos enxergar também, é impossível não perceber o quanto ainda estamos distantes e precisamos ser transformados.

Porém, graças àquele que nos deixou Sua Palavra registrada não precisamos nos desesperar, pois as mesmas letras que nos confrontam nos confortam pois são seu padrão para nós. Ele prometeu seu Espírito e o enviou, e este agora vive em nossos corações e nos capacita a sermos aquilo que não conseguimos por nós mesmos.

Ele mesmo é quem disse que opera em nós tanto o querer quanto o efetuar (Filipenses 2:13) e Ele também afirma e promete que é fiel para completar a obra que começou no dia da nossa conversão (Filipenses 1:6).

Quando estiver diante desse espelho que é a Palavra de Deus, a imagem projetada não será a de uma pessoa frustrada e desanimada por não conseguir alcançar o padrão que ela exige. Será sim, a de uma pessoa prostrada em adoração e louvor a Deus por Sua morte, redenção e pelo Seu Espírito enviado a nós. A imagem de uma pessoa capacitada a ser como Jesus quer que sejamos.

Em Cristo,

@Cristiano_Brum

Soli Deo Gloria

Qual é a natureza da mentira?

27 mai

Talvez uma das expressões mais conhecidas para se fazer referência ao diabo seja “o pai da mentira”. Afinal, foi o próprio Jesus que se referiu a ele assim, em João 8:44 – “Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira”.

Contudo, apesar do diabo ser o pai, a origem de toda a mentira, e de nele não haver verdade alguma, ele não se viu inibido ou impedido por sua natureza a usar as Escrituras ao tentar Jesus, fazendo uso de afirmações que são verdadeiras. Ora, como pode o pai da mentira usar a verdade? Para entendermos como a verdade pode ser usada para mentir, precisamos ter clareza sobre a distinção entre verdade e mentira.

A distinção entre mentira e verdade não se dá apenas pelas palavras usadas em uma comunicação, mas também pelo propósito que se pretende alcançar com o uso das palavras. Sendo assim, toda comunicação que produz em outra pessoa uma idéia falsa sobre a realidade, é uma mentira, ainda que as palavras sejam verdadeiras.

Portanto, a omissão ou a “meia-verdade ” que produz no outro uma idéia equivocada da realidade é mentira. Até mesmo uma informação verdadeira pode ser usada para produzir uma representação falsa na mente de outra pessoas. É assim que funciona a distorção e a manipulação da verdade.

À luz disso, sabemos que enquanto permanecer na mente da outra pessoa uma representação não real, a mentira permanece. Esse pecado não se esgota em um único ato. É um pecado que permanece em contínua execução até que a verdade seja dita. Portanto, não é necessário apenas deixar a mentira, mas falar a verdade. É preciso desfazer o engano, reparar o dano causado.

Além disso, precisamos viver de modo claro e transparente. Não podemos deixar que nossos irmãos tenham uma idéia equivocada sobre quem nós somos e sobre o que fazemos. É por isso que Paulo nos convoca a vivermos na luz ao dizer “vocês todos são filhos da luz, filhos do dia. Não somos da noite nem das trevas” (I Ts. 5:5). E quando fala sobre o que é a luz, Paulo afirma: “tudo o que é exposto pela luz torna-se visível, pois a luz torna visíveis todas as coisas”(Ef. 5:13).

Por fim, é necessário também que nos orientemos conforme a palavra que nos diz: “confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados” (Tg. 5:16).

Em Cristo,

@AndersonPaz

Fonte: Pensando a Vida

 

 

Não apague a Vida

25 mai

Provai e Vede!

23 mai

Fonte: blog Pensando a Vida

Em seu livro “A si mesmo se esvaziou”Marcos S. de Moraes faz uma observação que despertou minha atenção. Quando os apóstolos foram chamados (Mateus 4:18-22), o que eles sabiam acerca de Jesus? Pouco. Eles sabiam muito pouco.

Eles não sabiam que estavam diante do Criador, o qual, depois de tanto tempo andando com eles, ainda teve que dizer a Filipe: “estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” (João 14:9). Não sabiam de todos os milagres que viriam a ocorrer e que hoje estão registrados nas Escrituras, a fim de que creiamos (João 20:30,31).  Não sabiam que Jesus iria morrer por eles, ressuscitaria, seria recebido nos céus e se assentaria à direita do Pai (Lucas 24:44-8).  Não sabiam que Jesus edificaria a Igreja, derramaria o Espírito Santo e voltará, com poder e grande glória, para julgar os vivos e os mortos.

Enfim, eles sabiam pouco. Contudo, o pouco que sabiam foi suficiente para convencê-los a largar tudo e seguir a Jesus. Na caminhada com Jesus, ouviram palavras que não compreendiam, mas mesmo assim permaneceram com o Senhor. Em certa ocasião, depois de ter feito um discurso considerado duro e de difícil compreensão, e por isso muitos o deixaram, Jesus se voltou aos doze e lhes perguntou se também não queriam deixá-lo. Então Pedro diz a Jesus: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna” (João 6:68). Talvez Pedro não tivesse entendido tudo o que Jesus falou, mas já estava tão cativado, tão preso à palavra de Jesus, que não enxergava mais ninguém a quem pudesse ir. Já tinha experimentado das palavras de Cristo, as quais são espírito e vida (João 6:63). As palavras de Jesus eram tão especiais que fez com que ardessem os corações dos discípulos que estavam no caminho de Emaús, mesmo quando eles ainda não haviam reconhecido o Jesus ressuscitado (Lucas 24:32).

Na caminhada cristã, o que nos prende a Jesus não é o conteúdo de informações acumulamos a respeito dEle, mas o quanto o experimentamos, o conhecemos de fato. O que nos faz perseverar é o quanto somos cativados por sua pessoa, palavra, poder e obra. Pedro, em sua carta, nos exorta a nos alimentarmos do puro leite espiritual, desde que já tenhamos provado que o Senhor é bom (I Pedro 2:1-3).  E o salmista nos convoca: “Oh! Provai e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele se refugia” (Salmo 34:8).

Diante disso, eu oro: Senhor, faça com que os nossos corações ardam quando estivermos em contato com tua Palavra!

Em Cristo,

@AndersonPaz

A real dependência de Deus

20 mai
Um pastor e escritor antigo chamado A.W.Tozer costumava dizer o seguinte: Tudo está errado até que Deus endireite as coisas.

Muitas são as tentativas de endireitarmos as coisas à nossa maneira, mas se levássemos em consideração o que Jesus disse em João 15:05 – sem mim nada podeis fazer – e se reconhecêssemos o que Deus declara em Isaías 55:08 – Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos – nossa busca por soluções seria diferente.

Todo cristão precisa entender que ele deve trocar os seus pensamentos pelos pensamentos do Senhor, suas convicções humanas pelo que declara a Palavra de Deus e passar a exercitar-se na prática de descobrir a vontade de Deus para todas as áreas de sua vida. Isso em outras palavras, é buscar viver baseado na visão de Deus e não na nossa.

“O que Deus pensa sobre isso” deve ser a pergunta constante de todos nós em tudo o que fizermos. Assim deixaremos Deus agir em nós e através de nós para que Ele endireite e restaure todas as coisas. Lembre-se: Deus não precisa de nossa ajuda, nós é que necessitamos dEle, por isso, recorramos a Ele em todos os momentos e seremos atendidos e amparados.

Por que dEle, por meio Dele e para Ele são todas as coisas… (Romanos 11:36)

Em Cristo,

@Cristiano_Brum

Soli Deo Gloria

O que sustenta a obediência? – Jorge Himitian [7]

18 mai

Assista também:

- Conheça o nosso convidado
O contato com o Brasil
E o Reino?
Sobre “Jesus Cristo é o Senhor”
“O Projeto do Eterno”
Unidade e Santidade da Igreja
 

Sorteio: livro “Projeto do Eterno”

17 mai

Neste mês de maio, o blog Conexão Eclésia está realizando uma série de entrevistas com Jorge Himitian. Você já deve ter conhecido um pouco sobre o nosso entrevistado no post “Conheça o nosso convidado“.

Himitian é pastor em Buenos Aires, e seu serviço à Igreja tem se extendido a várias cidades, inclusive no Brasil. É autor dos livros “Jesus Cristo é o Senhor”, “Curados pela Palavra” e “Projeto do Eterno”.

“Projeto do Eterno” é sua obra mais recente traduzida para a língua portuguesa. Nele o autor, em um estudo profundo e detalhado da Epístola aos Efésios, desperta nossa atenção para compreendermos o maravilhoso Projeto que o Pai havia estabelecido desde a eternidade, e nos chama a ser parte desse Projeto.

O Conexão Eclésia, no dia 25/05, próxima quarta-feira, promoverá o sorteio de um exemplar do “Projeto do Eterno”. Para participar, siga o @ConexaoEclesia no Twitter, e retweet a frase abaixo

http://kingo.to/C1M Siga @ConexaoEclesia e dê RT nesta frase p/ concorrer ao livro “Projeto do Eterno”, de Jorge Himitian.

*sorteio dia 25/05

**válido somente para seguidores e quem retuitar.

Continue acompanhando a entrevista aqui no blog.

Equipe @ConexaoEclesia

Unidade e Santidade da Igreja

16 mai

Assista também:

- Conheça o nosso convidado
O contato com o Brasil
E o Reino?
Sobre “Jesus Cristo é o Senhor”
“O Projeto do Eterno”
O que sustenta a obediência?

“O Projeto do Eterno” – Jorge Himitian

13 mai

Assista também:

- Conheça o nosso convidado
O contato com o Brasil
E o Reino?
Sobre “Jesus Cristo é o Senhor”
Unidade e Santidade da Igreja
O que sustenta a obediência?

Sobre “Jesus Cristo é o Senhor” – Jorge Himitian

11 mai

Assista também:

- Conheça o nosso convidado
O contato com o Brasil
E o Reino?
 - Sobre “Jesus Cristo é o Senhor”
 - “O Projeto do Eterno”
 - Unidade e Santidade da Igreja
 - O que sustenta a obediência?

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.315 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: