Medo não, temor sempre

25 jun

Muitas vezes temos que lidar com palavras que apresentam mais de um significado. Também lidamos com isso na Bíblia, onde vemos uma mesma palavra se referindo a objetos distintos. Isso acontece, por exemplo, com a palavra temor. O livro de Êxodo 20:20 diz: “E disse Moisés ao povo: Não temais, Deus veio para vos provar, e para que o seu temor esteja diante de vós, afim de que não pequeis”. Parece haver uma  contradição nesse versículo: como pode Moisés dizer “não temais” e ao mesmo tempo dizer que o povo temesse a Deus?

Se olharmos mais atentamente, veremos que não há contradição, pois em cada situação nesse versículo a palavra temor é usada para fazer referência a duas posturas diferentes, que se distinguem uma da outra por seus resultados. Chamaremos a primeira de medo, e a segunda de temor. Embora os dicionários apresentem significados comuns para medo e temor, veremos que essas posturas se diferem tanto por seus resultados, como por seus fundamentos.

O temor consiste em ter plena consciência de nossa responsabilidade diante de Deus, de que Ele é justo juiz. É por isso que Pedro nos diz: Se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação (I Pe. 1:17). Já o medo nos faz fugir das responsabilidades, por pensarmos que não vamos atendê-las. O medo também nos leva a nos esconder de Deus. Essa foi a reação do homem após o pecado. Já o temor a Deus nos faz nos aproximar dEle, pois o salmista nos fala: “a intimidade do Senhor é para os que o temem” (Sl. 25:14). O medo nos paralisa, tal como paralisou os espias que não quiseram conquistar a terra que Deus lhes havia prometido. Já o temor nos impulsiona a alcançar aquilo que Deus nos prometeu, pois sabemos que fiel é quem nos fez a promessa. Aliás, essa é a diferença fundamental entre medo e temor, as consequências de um e de outro são resultados de seus fundamentos: quem tem medo é paralisado pela falta de clareza sobre o caráter de Deus. Mas aquele que teme é movido pela clareza de quem Deus é. O medo se baseia na dúvida, e o temor se baseia na fé.

Portanto, estando bem seguros em quem temos crido, andemos em temor durante nossos dias, plenamente conscientes de nossa responsabilidade diante de Deus, e cumprindo a Sua vontade.

Em Cristo,

Anderson PazAnderson Paz 
Twitter: @andersonpaz
Facebook: https://www.facebook.com/andersonpaz1986
Google+ Anderson Paz
..
..

3 Respostas to “Medo não, temor sempre”

  1. Josias Rodrigues julho 21, 2012 at 2:55 PM #

    …artigo muito bacana, fera demais …só faltou referendar que no Temor existe o “objeto real”, e no medo não, apenas utopia, tipo:
    Temor: “não passarei naquela rua por causa do tiroteio”
    Medo: “não passarei naquela rua, tá escura e tem fantasmas”.

    O objeto real não pode estar fora do discernimento sobre o TEMOR A DEUS, porque a indicação da fé cristã na bíblia, passa pelo conviver ou relacionamento com o conhecimento direto das sagradas escrituras. Como alguém outrora disse:
    ” O conhecimento é o meio pelo o qual a fé é conduzida a perfeição “.
    Nós não temos a capacidade de conhecer alguma coisa só no mundo das idéias, tipo o AMOR. Só quando ele se manifesta é que podemos dizer que conhecemos, porque se tornou algo real. É isso que o Apóstolo nos exorta: “…o DEUS INVISÍVEL, MAS REAL…”
    Todo temos a DEUS está diretamente ligado a razão, a lógica ao pensamento racional, ao obvio.

    • Josias Rodrigues julho 21, 2012 at 3:00 PM #

      retificando: Todo temoR a DEUS está diretamente ligado a razão, a lógica ao pensamento racional, ao obvio.

  2. Cibelly Camena outubro 15, 2014 at 5:55 AM #

    Excelente texto Anderson e Josias. Digo que é o mais claro que já li sobre esse assunto. Tem sido muito facil aos líderes reproduzir o conceito de temorXmedo sem nenhuma explicação plausível. Mas a de vocês está muito boa. Obrigado pela explicação e pelas referências dadas das mesmas.
    Apenas me despertou a idéia que o temor também sofre influência da uma boa liderança, ao contrário do medo que vem influenciado pela má liderança.
    Abraços;
    Cibelly Camena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 10.016 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: